sábado, 12 de agosto de 2006

Lágrimas da Mãe Mundo


"Em teu sonho um anjo vem dizer
Que as estrelas tem sono e vão dormir
A mão rosa da aurora e a luz do sol
Parecem dizer acorda menina
Outro dia ja vem

Rios de gente
Nuvens de fumaça
Que escondem a luz da manhã
Rugem os motores
Da grande cidade
E abafam a canção dos pardais

O mundo é tão grande assim
Não pode caber
Nas maos pequenas do amor
Que carregam a cada dia
Pequeninas sementes
Nos sonhos humildes
Que a cidade grande escondeu
Na sombra dos arranha céus

Outro dia ja foi e você vem
Traz pra casa os sonhos que teceu
Mas se o mundo girar e o céu cair
O que vai restar saber resistir
Imune aos vendavais
Volta pra casa
De novo aos meus braços
Esquece o que o mundo te faz

Vem que eu te ponho no colo
Te conto uma historia
Te faço dormir

O mundo é pequeno demais pra conter
A imensidão do amor
As lágrimas da estrela mãe
Oceano infinito
Que aos poucos abre fendas
Nos coracões de pedra
Nos muros desse velho mundo."

Lágrimas da Mãe Mundo - Sagrado Coração da Terra

Minha mente estava as voltas com pensamentos a respeito do nosso devastado mundo, então resolvi postar essa música que diz tudo aquilo que queria expressar.

Por Bruxinhachellot.

8 comentários:

AnaGarrett disse...

Os druídas não foram destruídos.
Vai parecer estranho o que vou dizer, mas uma coisa é certa.
Os druídas dos tempos de hoje são os sacerdotes cristãos que foram beber os conhecimentos às fontes celtas.
Nisso como em tantas coisas na religião cristã foi... se não podes com eles, junta-te a eles.
O meu marido é que é expert nessas coisas e pode enumerar imensas comparações.
É de ficar "com a cara à banda".
Não sei se usam este termo no Brasil.
Beijinhos.

Claudinha disse...

Gostei da preocupação, da abordagem. Quanto ferimos a nossa nave mãe... Quantos corações endurecidos precisaríamos driblar para conseguirmos recuperar umpouco do que ela nos dá...
Beijos e até o próximo!

Alexandra disse...

Cada vez mais gente devia preocupar-se com os permanentes atentados que são feitos ao nosso planeta, infelizmente ainda há muitos que não param para pensar...nem no planeta, nem neles mesmo, veja-se as tremendas guerras que proliferam... Gostei da abordagem!

Agradeçe a visita e palavras no meu espaço.

Beijinhos :)

Patrícia Santos disse...

Olá Linda...

Cá está mais um post a confirmar a carta que te deixei no meu cantinho.

Beijocas

JU disse...

Ai amiga isso foi muito lindo, eu conheco um pouco dles mas nunca ouvi essa musica.
Foi lindo, lindo demais, de todos os teus textos acho que este eh o que mais me comoveu.
beijos e desculpe estar em falta com a parte wiccana no meu blog, mas como tinha dito antes to meio relapsa e estranha.

rouxinol de Bernardim disse...

Há sempre uma "primeira vez2 para tudo!!! Hoje foi a minha "primeira vez2 no teu blog!!! Fiquei fascinado!!!
Visita-me e deixa lá o teu charme e a tua mestria!!!

grão de areia disse...

Um sonho de blog que voce tem ... particularmente este belo poema que penso extraído da música.

São belas mensagens de amor...

Muito amor para si tbem

Joshua disse...

Outro dia já vem. Há almas que vivem sintonizadas no coração e na palavra sem o saberem.

Até que se encontram e se partilham.

Bj