sábado, 19 de agosto de 2006

Palavras Eternas


Este é um post diferente. Por quê? Bem, porque esse labirinto muda constantemente.
Estou lendo um livro de aventura e humor muito interessante. E resolvi postar algumas frases do autor aqui.
O nome do livro é Guardas! Guardas!, da série Discworld, do autor Terry Pratchett.

"A morte leva muitas coisas embora, especialmente quando chega a uma temperatura alta o suficiente para evaporar ferro, e entre elas estão as nossas ilusões."

"Você tem o direito de permanecer calado.Você tem o direito de não se ferir ao cair das escadas a caminho da cela. Você tem o direito de não pular de janelas altas. Você não tem que dizer nada, sabe, mas qualquer coisa que você disser, bom, eu terei que anotar e isso poderá ser usado em testemunho."

"Se havia algo que o deprimia mais que o seu próprio cinismo, era o fato de frequentemente não conseguir ser tão cínico quanto a própria vida."

"Estava pensando num homem correndo. E, mais atrás, nas neblinas inebriadas da sua vida, um menino tentava alcançá-lo."

Muitas vezes lemos um livro só por lazer e nos esquecemos dele após algum tempo. Mesmo que um texto possa não ser considerado uma obra prima no contexto literário, ainda assim podemos retirar dele alguma lição, alguma mensagem.
Quando postamos um texto em nosso blog esperamos por um comentário. Às vezes recebemos comentários edificantes, instrutivos e elogiosos, outras recebemos críticas, até ofensas. Não importa se não agradamos a todos, o que realmente importa é que fizemos nosso papel de transmitir o pensamento, o conhecimento, as idéias e opiniões.
Tendo lido bastante por aí, percebi que a escrita toma formas distintas e ramificadas. Algumas são grandes lições de vida, outras um desabafo da alma. Ainda tem as que nos inspiram a escrever mais e mais e, outras que apesar de não conter palavras, expõe a sua menagem de forma engrandecedora.
Neste livro selecionei frases que me fizeram pensar em coisas concretas, não ilusórias. Frases que por si só já pagaram o custo do volume.
"Palavras sopradas pelos lábios podem se dissolver no ar, enquanto as palavras escritas na alma podem durar uma eternidade." Por mim.

Por Bruxinhachellot.

5 comentários:

dreams disse...

não conhecia o livro, nem tão pouco o autor, mas pelas frases que aqui deixas é algo que vou ler certamente...

eu escrevo o que me vai na alma... se gostarem, óptimo, se não gostarem... paciência... eu gosto ;)

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

Nilson Barcelli disse...

Gostei do seu post.
As passagens que seleccionou fazem pensar, de facto.

A propósito do que fez, e antes que me esqueça..., ontem estive a ver um filme e, de entre os diálogos, ouvi uma frase bem simples, mas interessante, que era mais ou menos isto:
"A vida não se mede pelo número de vezes que respiramos, mas pelas vezes que perdemos a respiração".
O seu pensamento final é muito bonito. Parabéns.
Beijinhos.

De Mim disse...

Muito bonito!!
Gostei!

Talvez gostasses de te juntar ao BookCrossing...

Porque não?

www.bookcrossing.com

Beijos

cosmictarot disse...

Olá Amiga!!


É bem verdade... aqui na blogosfera lê-se coisas fantásticas e tem posts, que realmente nos estimulam a escrever mais e mais, outros fazem-nos rir, outros chorar... É absolutamente fantástico mesmo.

Beijos Grandes

Um Poema disse...

Gostei das frases que escolheste. Particularmente desta "Se havia algo que o deprimia mais do que o seu próprio cinismo, era... não conseguir ser tão cínico quanto a própria vida."
Um abraço