domingo, 15 de outubro de 2006

Saci


Êta moleque danado!

Esse moleque que vocês estão vendo fez um reboliço em meu labirinto. Fuçou tudo, tirou os objetos de lugar, enfim fiquei de pernas pro ar, literalmente. Pra quem não o conheçe seu nome é Saci e é sobre ele que escreverei. O Saci é uma lenda. Faz parte do folclore brasileiro.
"A Lenda do Saci data do fim do século XVIII. Seu nome no Brasil é de Origem Tupi Guarani. Em muitas regiões ele é considerado como um ser brincalhão enquanto que em outros lugares ele é visto como um ser maligno. É uma criança, um negrinho de uma perna só, fuma cachimbo e usa na cabeça uma carapuça vermelha que lhe dá poderes mágicos, como o de desaparecer e aparecer aonde quiser."
Foi usando esses poderes que ele surgiu em meu labirinto. Me deixou de cabelo em pé e não adianta falar, porque ele não escuta. Só faz o que quer.
"Ele adora fazer travessuras, como esconder brinquedos, soltar os animais dos currais, derramar sal nas cozinhas, fazer tranças nas crinas dos cavalos, etc. Diz a crença popular que em todo redemoinho de vento existe um saci."
É assim que ele aparece. Cuidado com os redemoinhos...
"Ele não atravessa córregos nem riachos. Se alguém for perseguido por ele deverá jogar cordas com nós em seu caminho que ele vai parar para desatar os nós e assim você consegue fugir."
Imaginem quantas cordas são precisas para cobrir todos os caminhos de meu labirinto - infinitas.
"Diz a lenda que se você jogar dentro do redemoinho um rosário de mato bento ou uma peneira, pode capturá-lo. Se conseguir sua carapuça, será recompensado com a realização de um desejo."
Advinhem o que desejei? Ele não gostou muito da idéia, mas foi embora sem rancor.
Muitas de suas características foram herdadas. Na lenda original ele era um curumim (moleque indígena) com duas pernas e um rabo. A mitologia africana o transformou num negrinho que perdeu uma perna lutando capoeira, e também usava uma espécie de cachimbo - o pito. Da mitologia européia herdou o gorrinho vermelho, também conhecido como pileo.
O Saci é um ser solitário, não possui amigos, talvez devido ao seu gênio travesso. Mas é um bom menino.
Todo mito tem seu papel na Mitologia de um povo. O Saci está ligado a medicina natural, guardião das sabedorias e técnicas do preparo e uso de chás.
Eu que não gosto de chá acabei tendo que provar uma variedade de ervas, tô até um pouco enjoada.
Como um ser mitológico foi também imortalizado. Nos livros de contos de Monteiro Lobato e nas histórias em quadrinhos de Ziraldo sua história é passada por várias gerações, encantando crianças e adultos.

Mostre também um pouco da cultura de sua terra. No próximo post falarei de um outro mito popular brasileiro. Aguardem...

Por Bruxinhachellot.


21 comentários:

MARTA disse...

Obrigada por partilhar comigo a lenda - fiquei realmente encantada.
E, sim estou a sorrir - há um livro que se chama "A sorrir também se vence" - vou tentar...
Obrigada
Marta

Patrícia Santos disse...

Amei a imagem...
a real e a que você escrveu para nós.

Beijos

Angel disse...

Querida Bruxinha, lembro-me bem do Sassi da série ''O sítio do pica-pau amarelo'', e sempre o achei adorável!!!

Gostei muito desta tua explicação!

E sim, as trevas ocuparam tudo por uns tempos... Mas a luz virá!

Obrigado pelas palavras tão carinhosas!!!

Beijinho grande do Anjo...

O Sibarita disse...

Olá! Obrigado por nos brindar essas informações sobre o Saci.

O mais interessante é que seu texto é tão suave que prende o leitor do ínicio ao fim da leitura pedindo-se que ele não acabe. Eis aí a sabedoria do seu escrever!

PARABÉNS!

Obrigado pelas palavras no nosso blogue, volte sempre.

bjs.
O Sibarita

Desambientado disse...

Vim agradecer o simpático comentário e deparei-me com uma lenda interessantíssima, cheia de influências antropológicas e culturais.
Muito bem conseguido este post. Parabéns.

Alma da Terra disse...

Obrigado pela visita
:::::::::::::::
A vida sempre será um mistério, graças a Deus
::::::
beijos

Carlos Thor disse...

Lembro-me do saci... Do sitio do picapau amarelo... há quanto tempo! agora ja sei que ele é mais do que uma personagem, tanta mistica à volta dele...

Beijos!***

Mikas disse...

Cucu uma óptima semana para ti.

MacLord disse...

Gosei da resenha sobre a figura do "saci"

Será que em cada um de nós não existe um pequeno saci pronto a despontar e a ensinar que as dificuldades e males mais não são do que lições que o Homem deve apreender para depois seguir mais além??!!!!

enfim...Eu por mim Gosto do Saci!!

BB
)O(

Claudinha disse...

Olá!
Ah, mas que saudades me deu este seu post! Eu e meu irmão ficávamos, armados de uma peneira, a espera de pequenos rodamoinhos de vento no quintal. Jogávamos e aprisionávamos os sacis em garrafinhas. Mas os danadinhos teimavam em ficar invisíveis...rsrs.
Beijos! (Aqui nesta região tem muitas fazendas e bambuzais, dizeem que o saci nasce nos colmos, partes ocas dos bambus. E sei que por aqui tem um montão deles...Rsrsrs.)

Titania disse...

Conheci o Saci "Perêrê" na novela da tv e simpatizei logo com essa figura.
Ao longo dos anos fui pensando que ele representava o que temos em nós de infantilidade, de malandrice, de rebeldia, de teimosia e por vezes de revolta..

Achei curiosa a sua explicação pois ao tentarmos fugir dele e procurarmos formas de o evitar, ou ainda ao aventurarmo-nos a roubar o seu gorro vermelho, estamos a tentar ser melhores, a defender-nos das contrariedades da vida, a lutar pelos nossos ideais!

Obrigada pela história detalhada da lenda :)

Beijos em turbilhão

Freyja disse...

me alegra que te gustaran las bellas imagenes de Bahia
sueño algun dia llegar a esos bellos lugares
besitos y gracias
un abrazo con mucho cariños



besos y sueños

dreams disse...

lembrei-me de uma série que vi, o sítio do pica pau amarelo que tinha o saci como personagem...

adorei conhecer a lenda por detrás da personagem... aguardo pela próxima...

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

justine disse...

acho que quase toda a gente deve ter visto o sítio do pica pau amarelo :)
eu adorava a personagem, travesso, mas encantador.

bom fim de semana
um beijo
justine

Marco Santos disse...

Muito legal o seu post! Como a Claudinha, eu também cacei sacis (aprendi com o Pedrinho do Sítio do Pica Pau Amarelo), mas nenhum apareceu pra mim. Muito do que você escrecveu eu já sabia. Mas aprendi outras coisas que desconhecia. Obrigado. Sobre os seus comentários no Antigas Ternuras, eu fico feliz por você ter apreciado. Estamos vendo tanta hipocrisia nestas eleições!
Um beijo e bom final de semana!

greentea disse...

saci aparece de vez em quando em nossas vidas...


beijinhos pela lenda.

Escuta o teu mundo... disse...

Obrigado pela visita.
Volta sempre, bj

Paulo Sempre disse...

Obrigado pela visita. Óhhhhhh LULA..aqui em Portugal acreditamos que o Lula da Silva é um bom presidente...afinal pode não ser verdade, né?

o alquimista disse...

Vi há algns anos a série o picapau amarelo eera uma das figuras que mais me encantava...obrigado pela partilha...


Doce beijo

Um Poema disse...

Gostei desta história de Saci. Não conhecia. Acho-a deliciosa, aliás como são todas as lendas populares.
Obrigado pela partilha.
Um abraço

Defensor, O Maldito disse...

Parabéns pela iniciativa em resgatar mitos popupares brasileiros. Melhor do que um "helloween", seria termos a noite do saci, ou algo assemelhado.
Abraços