segunda-feira, 20 de novembro de 2006

Flor Mulher

Segundo os índios tupis-guaranis da Amazônia, Naiá era filha de um grande chefe e princesa da tribo. Numa noite ela ouviu a história de que a Lua era um deus poderoso (Jaci). Conta-se que a Lua se apaixona pelas moças virgens e as transformam em estrelas. Naiá, impressionada com a história também queria virar uma estrela e brilhar no céu. Todos os dias ela subia as colinas e perseguia a Lua, mas ela sempre partia sem levar Naiá consigo. Em uma noite, Naiá viu o reflexo da Lua nas águas límpidas de um lago e contente em saber que seu amado viera buscá-la, mergulhou nas profundas águas e nunca mais foi vista. Uma nova estrela nasceu, porém não no céu, mas nas águas do lago para que refletissem a luz da Lua. Era a Vitória Régia, a "Estrela das Águas". Suas flores brancas e perfumadas só aparecem à noite. Ao amanhecer elas ficam rosadas. "A Vitória Régia é nativa do rio Amazonas. Suas folhas arredondadas atingem até dois metros de diâmetro e possuem as bordas pronunciadas e levantadas."

Flor Mulher

Naiá princesa da Lua,
Naiá rainha do lago
Naiá régia e pura
Naiá fonte de luar.

Naiá deusa da luna
Estrela branca e rosada
Menina de grande formosura
Naiá virgem encantada.

Um sonho de menina
Um desejo de viver
Sob a Lua és a mais linda
Naiá flor mulher.

Autora: Buxinhachellot.

Posto aqui mais um conto folclórico de minha terra. Espero que apreciem.

Por Bruxinhachellot.


19 comentários:

Fada San disse...

Lembrei de minha filha quando leu a primeira vez essa história...ela ficou emocionada!!
Um beijo.

Paulo Sempre disse...

Quem não aprecia..palavras de prefundidade superior..!?
Com "pozinhos" de mito, ou não..., são palvras que nos desassossegam..e nos transportam a memórias antigas...lá dos confins dos tempos...

PS: Obrigado pela visita.

Paulo

Angela disse...

Que lindo conto e que lindo poema que nos levam para o mundo mágico da fantasia.
Adorei!

Beijo grande.

Plum disse...

Adorei o conto!!!é bom conhecer as histórias do teu lugar, partilhar culturas!muito bom!abraços!*

Delfim Peixoto disse...

O conto é lindo... o poemalembrou-me, também, Iemanjá
bjs ternos

Claudinha disse...

eu sempre quis ver uma vitória régia de perto, conhecia a lenda mas não me lembrava... Que bom ler você! Beijos!

Defensor, O Maldito disse...

Saudações
Preservar, e nos lembrar de nosso folclore é muito bom! Parabéns pela inciativa
Abraços

Nilson Barcelli disse...

Adoerei o seu conto ou lenda.
E o seu pequeno poema também.
Estas histórias tradicinais são sempre bonitas. Continue a contá-las.
Um beijo.

Freyja disse...

siempre algo hermoso, te dejo besitos y que estes muy bien



besos y sueños

Marco António disse...

Dos seus reflexos o sonho da Mulher percorreu a pele da lua por entre estrelas de tempo passado num futuro cruzado de flores e de vida em contos de encantos.

Um abraço,
Marco António

Marco Santos disse...

Que bela lenda! Eu adoro essas coisas. Me faz lembrar do tempo em que eu vivia pedindo aos adultos para me contarem histórias. Hoje eu quero contar as minhas pros meus sobrinhos, mas eles não curtem contos de magia e fadas.
Beijos, querida
P.S. - Adorei saber que você vai me ver no Teatro! Quando chegar mais perto, a gente combina isso.

JU disse...

Querida amiga,
adorei este texto, confesso meu cerebro relutava no comeco em ter uma visao masculina da Lua. Mas curiosa que sou precisava ler mais.
Fiquei mais curiosa ainda para ler tua poesia, ver tua opiniao, teu toque alem do mito. Onde acabei de perceber em ti tambem...
A Lua como a Deusa.
E lembrei dai
... que assim seras ateh o instante final .

Beijos enluarados
no seu coracao minha flor

Plum disse...

Passei para desejar bom fim de semana!*

Sereia Azul* disse...

Estou ENCANTADA com o teu conto! Estes assuntos meio místicos sempre me deixam alguma ternura na alma!

Voltarei sempre para te sentir e te ouvir!

Uma brisa perfumada de mar no teu coração...

Sereia Azul*

analfabeto disse...

Oi !

Passei, li e, adorei!
Vou voltar para ler mais contos.

Bom fim-de-semana
Abraço analfabeto

betty boop disse...

Muito interessante o teu Blog. Adorei!! Prometo regressar com a esperança que continues com a revelação de mais lendas. Amazônia, um dos destinos que anseio visitar e explorar. Quem sabe num dia mágico...
Beijinhos.

Um Poema disse...

No regresso, vim agradecer-te a visita e, obviamente, ler-te.
Bom fim de semana.
Um abraço

analfabeto disse...

Vou perder-me nestes círculos labirínticos!

Bom Domingo

Wings disse...

Confesso que não conhecia esta história, mas é muito bonita, e por fim acabas com um belo poema ...adorei.

Um Beijo