segunda-feira, 18 de dezembro de 2006

Meditação

Quando sinto as sombras rondando minha mente, mentalizo um lago sereno e deixo-me levar pelo silêncio reconfortante. Esvazio a mente e me concentro nos movimentos de meu corpo: minha respiração suave e a pulsação de meu coração. Penso no sangue que corre em minhas veias, no trabalho incessante de meus órgãos e em meu sistema nervoso. Relaxo e sinto o ar entrar e sair em meus pulmões. Não há pressa. O tempo deixa de existir. Foco meu pensamento no sussurro do vento, no quebrar das ondas nas rochas, no canto das aves, no zumbido dos insetos. Entro em sintonia com meu eu interior e assumo o controle de minhas emoções. Sinto o calor do Sol e as carícias da Lua invadindo corpo e mente. Raios multicolores penetram nos poros e se espalham por todo o meu ser. Os pólos principais se enchem de luz afastando qualquer sombra que possa me tragar para o abismo sem fim. Nessa dança de cores, luzes e odores sinto-me mergulhar no lago de meu ser e, ao submergir estou limpa e revigorada. Nada pode abalar-me, pois unifiquei espírito e corpo aumentando o poder de minhas entranhas. Ao retornar, suspiro lentamente e sigo...

"A mente é como um lago, sua superfície está coberta por ondas de pensamento. Na maior parte do dia a mente é lançada de um pensamento a outro, puxada por desejos e aversões, emoções e memórias, prazeres e desprazeres."
"Durante a meditação você experiencia a mente como um instrumento. A partir de um breve encontro com um diferente modo de percepção, você pode aprender a observar e então mudar seu modo de pensar. A meditação usa tanto os sons como as imagens."
"Se pudermos canalizar o desejo de contentamento para dentro de nós ao invés de atá-lo a objetos externos que são efêmeros por natureza, nós poderemos descobrir como viver em paz."

Por Bruxinhachellot.

12 comentários:

Sindarin disse...

Olá minha amiga! Agradeço de coração as visitas e desejo tb para você e sua família toda a felicidade do mundo no Novo Ano k se aproxima e que o seu Natal seja mto feliz e alegre com tas coisas boas. Gostei mto do seu post ao fim consegui sentir tb alguma paz. Obrigado. Bjs. vou levar o seu Link. Não consigo comentar doutra forma peço desculpa SINDARIN (Cristais de Gelo)

Mestre Splinter disse...

...Muito bem lembrado, Dona Bruxinha! Uma 'equilibradazinha' não pode passasr batida nessas correrias de final de ano...Concluíste bem também qüando lembraste do ''canalizar o desejo de contentamento'' p'rá dentro de nós mesmos, afinal, não se diz que as coisas que existem só existem porque as vemos assim? Hehehe...
...E lagos são ótimos também! Ótimo post, és a verdadeira ''Mestra'', se me perdoas a audácia...

rui disse...

Oi! Bruxinha

Boa meditação
já aprendi mais qualquer coisa.

Beijinhos

Titania disse...

E é meditando que nos sentimos em paz connosco próprios.
Um momento em que nos evadimos do mundo material e de todas as emoções e, em silêncio, ouvimos o nosso corpo e predispomo-nos a partir para uma vivência em harmonia...

Belas sugestões, Bruxinha!!
Beijos

Blogildo disse...

Tenho medo de esvaziar a mente. Bloqueios do cristianismo. Sabe como é. De qualquer forma, alguma forma de meditação é sempre útil.

Abraço!

Cadinho RoCo disse...

Deliciosa esta emanação vinda de um lago muito limpo, muito distante a tão próximo, muito tranquilo e tão extenso em sua luminosa presença capaz e refletir luz em nós, ou ser reflexo da nossa luz.
http://cadinhoroco.blogspot.com

Um outro olhar disse...

a mente é aquela que nos comanda, saber lidar e saber aproveitá-la é saber tirar proveito dela, só assim novos horizontes se abrem aos nossos olhos.

...

:)
gostei

Nota: obrigada pela visita ao meu blog

Mikas disse...

Eu precisava mto aprender meditação....axo k sou demasiadamente stressada...

O Sibarita disse...

Oi belo texto... A mente comanda, a meditação nos eleva e "o que está dentro está fora!" (Carl Jung)

abraços,
O Sibarita

Desambientado disse...

A grandeza do homem está na sua mente e não no efémro corpo que o suporta.

Bom texto.

Boas Festas

AnaGarrett disse...

Meditação no final do ano. Está correcto.

Um Bom Natal
Beijinho

Marco Santos disse...

Eu também faço uso de meditação como essa quando quero acalmar o espírito. Beijos!