quinta-feira, 28 de junho de 2007

Mitologia Celta - Parte III


"Quebrando os mitos"

"Mito I: os druidas não eram celtas. " Equivocadamente, essa afirmação distingue os druidas dos celtas como duas vertentes distintas. Os druidas pertenciam a classe sacerdotal dos celtas, assim como o pajé é o "sacerdote" dos índios ou os padres, os sacerdotes do catolicismo. Os druidas eram médicos, juízes, professores, etc. Nem toda tribo possuía um druida ou seguia o druidismo como religião, mas eles faziam parte da sociedade celta.

"Mito II: os druidas construíram Stonehenge." O monumento foi construído a 2000 a.C., e os celtas só chegaram às Ilhas Britânicas a 700 a.C. Deduz-se que os druidas utilizaram o local para realizar suas cerimônias ao descobrirem que em Stonehenge havia um alinhamento com o nascer do Sol no Solstício de inverno.

"Mito III: Alan Kardec era um druida." Não existe uma relação entre o kardecismo e o druidismo. Alan Kardec codinome de Denizard Hypolyte Leon Rivail era professor e filósofo. A única possibilidade é a de ele ter sido a reencarnação de um druida clássico, embora para os druidas, a alma era imortal e podia ou não viver muitas vidas, mas não havia carma, recompensas ou punições como no kardecismo.

"Mito IV: Os celtas eram matriarcais e cultuavam uma deusa única." Os celtas eram politeístas, ou seja, acreditavam em vários deuses, a maioria tinha relação com a natureza. O panteão celta possuía tanto deuses quanto deusas.

"Mito V: Somente as mulheres celtas exerciam o sacerdócio." No aclamado romance "As Brumas de Avalon", as personagens seguiam o que chamavam de a Antiga Religião e cultuavam a Mãe-Deusa. Na sociedade celta tanto os homens quanto as mulheres podiam exercer o sacerdócio. Muitas mulheres eram guerreiras e lutavam junto aos maridos defendendo seu povo.

"Mito VI: Os celtas vieram da Atlântida." Não há provas a respeito disso, pois nas lendas celtas só há mensão de algumas ilhas que nada se assemelhava à Atlântida. Essas ilhas eram associadas ao Outro Mundo, local onde os celtas se dirigiam após a morte.

Fonte: http://www.druidismo.com.br/m_celtas-desmitificando.htm

Continua...

----------------------------------------------*****---------------------------------------------
PS: o conteúdo dessa publicação pode ser verídico ou não. Minha intenção não é a de mostrar a verdade, mas sim de publicar assuntos que possam ser discutidos e esclarecidos através dos comentários. Agradeço a todos por comentarem.

Fiquem bem.

Por Bruxinhachellot

15 comentários:

anjoedemonio disse...

Bruxinhachellot, tenho uma tatuagem que (dizem) é um simblo Celta. vou publicar, não tenho o teu mail, para veres!

**:)))))

Blogildo disse...

Tenho a impressão que o druidismo está voltando como religião. Há cada vez mais pessoas tentando realizar os antigos ritos dos celtas.
É interessante essa sua abordagem. Muito esclarecedora.

Abraço!

Solitária disse...

Olá!
Passei para agradecer as visitinhas e pedir desculpa pelas ausências, mas a minha vida profissional tem tido alguns problemas que me impossibilitam de andar por aqui.
Espero voltar em breve.
Deixo os votos de um bom fim de semana.
Beijinhos

marilia disse...

MEU DEUS...QUE DELICIA DE BLOG!! ACHEI ... BARBARO O POST SOBRE OS DRUIDAS... QUERO MAIS...
PE�O LICEN�A PARA CHEGAR E VOLTAR SEMPRE!

DE-PROPOSITO disse...

Olá.
Obrigado pela visita.
E estive apreciando o que disseste sobre os meus longínquos avós 'celtas'. A seguir ainda tive os avós Iberos, que ao juntarem-se com os Celtas (juntar os trapinhos), formaram os Celtiberos.
Fica bem.
E a felicidade por aí.
Manuel

marilia disse...

ola...
quero ler coisas novas...
voltei cheia de curiosidades...
Boa sexta feira...
um abra�o!

O Sibarita disse...

Ô sua menina retada! kkk

Quem lhe informou que no Espíritismo tem recompensa, punição ou carma? Tem não viu fia!

Oi o que ocorre é que no processo reencarnatório nós temos o livre arbítrio para escolher o caminho.

Nós reencarnamos para melhoria do espírito, para a progressão do espírito, jamais, para a regressão!

Reencarnamos para resgatar o que fizemos de ruim em vidas passadas, dai que vem a melhoria espíritual, a escolha como devemos vir é o nosso livre arbítrio, como podes ver na Doutrina Espírita decodificada por Allan Kardec que na realidade se chamava Leon Denizard não tem nada de punição.

Que tal você ler o Evangelho Segundo o Espíritismo e o Livro dos Espíritos que por sinal fez 100 anos no dia 18 de abril passado?

bjs
O Sibarita

O Sibarita disse...

Minha querida Fadinha você mora no meu coração, o cometário acima é apenas a titulo de esclarescimento, o seu texto, acho o máximo e não tem nada ofendendo.

Oi fique zangadinha comigo não viu? Te admiro muito, faça fé!

bjs
O Sibarita

O Sibarita disse...

Xiiiiiiiiii kkkk Quiz dizer: Não fique zangadinha comigo não! Você é 10!

bjs
O Sibarita

luar perdido disse...

Tanto misticismo!!Bem bom um assunto que me encanta. Quanto à Atlantida, tem muito que se lhe diga, mas também por aí me prendes doce Fadinha dos Blogs.
Beijos mansos de doce luar e um optimo fim de semana

Ricardo Rayol disse...

O ritual da umbanda como o conhecemos nasceu dentro do kardecismo. Não duvido do mito que citou.

Nelson Ngungu Rossano disse...

Muito sinceramente não tenho grande conhecimento sobre os celtas, por isso não me ponho a dicertar sobre o assunto. Mas gosto de ler e de ter conhecimento.

Bj

Fernando S. disse...

Aqui visitando tu espacio, me deja impresionado, que variedad de temas, te felicito sigue adelante, me gusta mucho los articulos sobre mitoogias, de seguro te estare visitando.. un saludo desde venezuela...Caminante: http://fher-caminante.blogspot.com

Marco disse...

Gostei de saber de mais estas coisas. Eu aprendo muito aqui.
Por isso, te dei o Prêmio Blog Cultura. Está lá no Antigas Ternuras. Carpe Diem.

wicky disse...

estes temas são sempre fascinantes ...

um abraço