sexta-feira, 7 de setembro de 2007

Fogo-Fátuo


Derrapo nas curvas vertiginosas de meus anseios
Dentro do peito, um acorde flui em desalinho
Sinto-me vagar em vendavais constantes
Cubro-me com ondas de sonhos e devaneios
Sou fogo-fátuo, presença inconstante.

Minha natureza transborda de emoções
Sacio minha sede na fonte lunar
Sou brisa da noite - bruma do amanhecer
Sussurrando na fresta do tempo, recrio canções
Num palco de azul profundo, poetizo meu viver.

Sou cria das fadas e conheço a magia
Do fogo, da água, da terra e do ar
Espírito pulsante, exalo calor
Conquisto espaços numa veloz ousadia
Um ser errante em busca do amor.

Autora: Bruxinhachellot
O fogo-fátuo também chamado de fogo tolo ou, no interior do Brasil, fogo corredor ou joão-galafoice é uma luz azulada que pode ser avistada em cemitérios, pântanos, brejos etc. É a inflamação espontânea do gás dos pântanos (metano), resultante da decomposição de seres vivos: plantas e animais típicos do ambiente.
Na visão folclórica do Brasil Central, os indígenas o chamam de boitatá (boi = cobra e tatá = fogo, em tupi-guarani) e significa para eles o espírito que corre atrás dos que tentam incendiar os campos. Nas lendas da Inglaterra, o herói desvira uma peça de roupa para fazer desaparecer o poder do fogo.
Os fogos-fátuos dão origens a muitas superstições populares. Alguns acreditam que são espíritos malignos que molestam ou se fazem extraviar os viajantes ou afastar alguém que tenta se aproximar (há casos de a pessoa se perder, dando voltas em um mesmo lugar sem saber pra que lado ir). Há quem os consideram como presságios de morte ou desgraças.


Fonte: Wikipédia


Em tempo, anuncio um novo capítulo de uma nova história no Caminho dos Contos - http://caminhodoscontos.blogspot.com/
Por Bruxinhachellot

26 comentários:

Sol da meia noite disse...

Todos somos seres em busca do amor...

Muitos beijinhos!

multiolhares disse...

Tanto que gostaríamos de entender e continuamos procurando, mas quando o povo fala….bem…nas historias antigas há sempre algo de verdade
beijinhos

Paulo Sempre disse...

Há sempre fogos que ardem sem se ver em labirintos de presságios...
Paulo

Barão Van Blogh disse...

Sou novo nestas lides ...

Aqui deixo o convite para que visitem o meu espaço .

"No escuro nada via perdido fiquei
Seria eu Homem ou apenas menino"

Bom fim de semana .

Only me disse...

Vamos andar sempre à procura de algo!

Beijos

Juliapalmeiras disse...

Acredito:o fogo é presagio de morte (incendios)tudo que morre torna-se de qualquer maneira,uma desgraça,mas, existe a desgraça que se transforma atravez das cinzas, essas fecunda na terra queimada e vida nova em outro ciclo...Gosto do fogo que aquece e aquele que renova...

O amor é um aquecimento pra alma.
Quando alguem é coberto desse sentimento do amor a primeira reação que o outro sente é um um ardor em sentido figurado no centro do torax.

-"Espírito pulsante, exalo calor
Conquisto espaços numa veloz ousadia
Um ser errante em busca do amor."

Pra doar o amor.

Abrs

Nilson Barcelli disse...

Belíssimo texto, começando pela poesia.
Gostei.
Bfds, beijinhos.

C Valente disse...

a busca do amor é constante , e há tantas
gostei do poema e da explicação do fogo.fátuo
saudações amigas bom fim de semana

Ricardo Rayol disse...

Li isso para minha filha, ela adorou.

Pedro Arunca disse...

Vai ver a Lua na beira-mar.
Espera lá pelo nascer do dia.
Uma nova estrela vai brilhar.
Nasceu da tua poesia.

lua prateada disse...

LINDO !fiquei muito feliz de descobrir teu blog.Passei par te agradecer ...voltei e deidei um xi para ti no meu blog...Beijinho prateado para ti da
SOL

Papoila disse...

Será o nosso cubrir de sonhos e devaneios que nos faz derrapar constantemente....

Beijinhos
BF

Doutroladodomar disse...

Ratifico o que disse quando da minha primeira visita aquí, este espaço é uma delícia! Beijão e boa semana.

Sahmany disse...

Quando criança ouvi tantas histórias a respeito desse fogo.
E deixavam a gente apavorada.
Bem lembrado!
Boa semana.
Abraço.

Mestre Splinter disse...

Uma humilde contribuição:

http://www.paginadogaucho.com.br/lend/mboi.htm

...a lenda gaúcha do M'boitatá.

O abraço aquele, dona Brujita!

espelhode sombras disse...

Olá Bruxinha, nas curvas em que derrapas, com certeza vale a pena (se a alma não é pequena). Bom saber que ainda temos fogo, memsmo depois de ir. Serão: fogos de fato do amor?
beijos fátuos

O Profeta disse...

...És uma maravilhosa Wicca que voa em nuvens de mil cores pelo celeste...

Doce beijo

DE-PROPOSITO disse...

Olá.
Um poema muito bonito, que adorei. Só não disseste quem é o autor do poema.
Sobre o fogo-fátuo, faltou dizer que ele acontece em noites de Verão, isto é quando há muito calor, em Portugal por exemplo, quando as temperaturas atingem os 40 graus aproximadamente.
Fica bem.
Beijinhos.
Manuel

Alexandre disse...

«Sussurrando na fresta do tempo»... que palavras tão bonitas, sedes que sussurram anseios e devaneios espreitando nas frestas do tempo...

Muitos beijinhos!!!

Vieira Calado disse...

Gostei do seu poema. Está muito bem arrumado, composto e elegante.
Beijinhos.

Marco disse...

Ei! legal! Você botou música!
O código de template que eu te passei funcionou?
Linda a sua poesia. Vou já ler o conto co Caminho dos contos. Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

mixtu disse...

muitos fogos eu conheço...
este não conhecia...

abrazo europeo

somentebia disse...

Todos nós, de alguma forma, somos seres errantes em busca do amor. Belíssimo este verso: "Sou cria das fadas e conheço a magia/Do fogo, da água, da terra e do ar." Um lindo poema, minha doce amiga, e soubeste bem associar a imagem à palavra.

Gostei também das explicações sobre o fogo-fátuo.

Quanto ao Certificado, uma excelente indicação de quem a fez. Parabéns, meu anjo, mereces todos os prêmios, pois o teu espaço nos conduz por labirintos... mas nos coloca sempre no calor do Sol e nos mostra o brilho da Lua.

Deixo-te pétalas de delicadas flores ornamentando teu final de semana, um beijo no coração, e o desejo de dias lindos a enfeitar tua vida.

Claudinha disse...

Olá Xará! Eu falo sempre dele em minhas aulas de química. O metano se inflama facilmente, às vezes somente com a ionização do ar... Assusta muita gente...
Vou ver o conto, beijão!

Simplesmente... eu! disse...

Olá!
Vim agradecer pela presença, pedir desculpa pela ausência... e dizer que voltei... mas não como solitária!
Beijinhos

Juℓi Ribeiro disse...

Belo texto!
Adorei te visitar.
Um abraço.