sábado, 23 de agosto de 2008

A lembrança de um Sonho

Imagem retirada do Google (desconheço autoria)
.
O sonho se viu definhando
Não havia como escapar
Tudo o que desejava se dissolveu no ar
.
Os sentimentos não lhe diziam nada
O tempo deixou de existir
Quando seu coração decidiu partir
.
Abrigava no peito um fio de esperança
O qual arrebentara num toque de brisa
Do sonho restaram apenas vestígios de uma lembrança
Tal qual mancha do tempo numa velha camisa
.
Seu último suspiro saiu abafado
Sem forças desistiu de lutar
Sucumbiu e deixou-se ser guiado
Onde nenhum sonho ousara voltar
.
Autoria de Claudia Valéria Miqueloti (Bruxinhachellot)
.
Por Bruxinhachellot

27 comentários:

isasidney disse...

GARRAFA AO MAR – MENSAGEM 1



Publicar um livro é fácil. Divulgá-lo, o mais difícil. Peço a sua compreensão, ao lançar, no mar da Internet e no seu blog, a minha LUA QUEBRADA!

Um livro para mexer com sua libido. Um romance inesquecível, pela carga de amor, entrega, paixão e erotismo no encontro nada convencional entre um professor e sua aluna.

Publicação da Editora Biblioteca24x7, que comercializa obras pela Internet (edição on-line e impressa).

Buscar, na seção ERÓTICO (ÁREA, à esquerda), esta obra:

LUA QUEBRADA

Autor: Isaias Edson Sidney

ISBN: 978-85-61590-45-1

Só disponível pela Internet, no endereço abaixo:

http://www.biblioteca24x7.com.br

LUA QUEBRADA: PARA INCENDIAR SUA IMAGINAÇÃO!

http://luaquebrada24x7.blogspot.com/

Lyra disse...

A nostalgia faz-nos sentir vivos, mas é bom não esquecer que a noite vem sempre e com ela outro sonho virá!

Beijinhos e até breve.

;O)

Mestre Splinter disse...

Sonhos...que mistério... uns vem, outros se vão... alguns güardamos, outros esquecemos...alguns, por vezes, até fazemos questão de abandonar!...

...não raro acontece de não reconhecermos alguns deles qüando chegam à se realizar, por virem em uma forma que não esperávamos, ou por nós mesmos já estarmos transformados, ao ponto de o que era antes um anseio feroz não mais fazer diferença...

...mas, enfim, somos assim... e quem poderá dizer a razão?... apenas sigamos sonhando, pois sem sonhos não se pode viver...






Nada morre, qüando se tem vivo o sentimento! Saludos, senõrita Bruja!

Patty disse...

Linda imagem e lindas palavras. Um encanto só.
Só hoje vim agradecer a sua visita no meu blog, desculpa a demora tá?
Parabéns pelo blog!
Beijossss

As cores da vida disse...

:)*

Rain Sister disse...

Oi. Esse poema está lindo demais. Muitos beijinho Bruxinha.

em azul disse...

Que pena nenhum sonho voltar!


Beijo

O Profeta disse...

Fecham-se as janelas de poente
Acenderam-se os luzeiros no céu
A cidade desperta para o arraial
Uma noiva procura o perdido véu

Os acordes da Banda no Coreto
Uma tuba marca o compasso
O clarinete dança na calmaria
O Maestro solta gestos no espaço


Bom fim de semana


Mágico beijo

Marta disse...

Há sonhos que guardamos; outros que facilmente esquecemos...
Sem eles, a vida é realmente um labirinto e do qual não saimos...
Obrigada pela visita...
Beijos e abraços
Marta

Marco disse...

Muito bom, Bruxinha! E a imagem casou muito bem com o texto. Ficou ótimo!
Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

Poderoso disse...

ola bonito blog, passe tb no meu e registe-se no meu forum vai adorar preciso de pessoas diferentes e com cultura.

mundo azul disse...

Beleza na tristeza dos seus versos...

Beijos de luz e um final de semana muito especial!!!

Vieira Calado disse...

A nossa vida é implacável com os sonhos.
Depois... fica o poema.
Bjs

Fernando Rozano disse...

sonhar sempre, ainda que às vezes esquecemos o que sonhamos ou sequer permaneça uma lembrança deles. o poema, bem diz o Vieira, permanece. meu abraço.

Um Poema disse...

....

O "definhar dos sonhos", tão frequente e sempre tão difícil, nesta tua "Lembrança de um Sonho".

Um abraço

O Sibarita disse...

Eita Bruxinha retada meu Deus!


Fia ô fia! kkkk Não devemos perder a esperança não!

Muito 10 a poesia!

bjs
O Sibarita

lua prateada disse...

Lindo mas triste...alguem que se deixa acabar...
Beijinho prateado com carinho

SOL

Nilson Barcelli disse...

Gostei do seu poema, está bem escrito, mas acaba de um modo muito negativo... o sonho deve ser a última coisa a morrer em nós... mas acontece frequentemente as pessoas desistirem de sonhar...
A foto que escolheu é linda e perfeita para o poema.
Beijinhos.

sonhos disse...

Vim agradecer sua passagem pelo meu cantinho.

Lindos sentires aqui escritos, mas deixar de sonhar é deixar de viver.

Beijinhos

Mello disse...

Os sonhos... vão e vêm como se fossem nuvens!

Lindo: poema e imagem!

Cumprimentos,

Mello

benechaves disse...

Passando aqui pra tb te ver e agradecer sua gentil e simpática visita. Apareça sempre, os sonhos te esperam!

Um beijo renovado...

O Profeta disse...

Onde acaba a terra e começa o Mar
Há um lugar onde vive a ilusão
Repousa na madrepérola das conchas
Com a forma de um coração

Onde as giestas se agarram à areia
Onde as pedras têm diadema de algas
Onde o Mar conta histórias longínquas
Onde as vagas soltam distantes mágoas


Bom fim de semana


Mágico beijo

nas asas de um anjo disse...

adorei a combinação das palavras, em rima e a bom ritmo, com um quê de mistério anunciado na óptima escolha da imagem!agradecida pela sua visit, foi bom voar até aqui.voltarei + vezes.bjs

lua prateada disse...

Não é uma desgraça não alcançar as estrelas,mas é uma desgraça não ter estrelas para alcançar...
Beijinho prateado com carinho e lindo fim de semana.

SOL

mundo azul disse...

Passei para deixar um beijo e desejar um domingo feliz!!!

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Pena os sonhos não voltarem... Deveríamos ter o direito de viver os bons mais de uma vez!

E que bela composição a sua!
Os caminhos que delineia com suas palavras por certo levam a um mundo mágico!

Beijos e borboleteios!

*andorinharos@ disse...

Sonhos, ilusões de amor...sempre aquecerão nossas almas, nosso mundo interior...Lindo poema, Beijok, Marisa Rosa.