segunda-feira, 28 de junho de 2010

Meu sim, meu não

Você é meu grande amor
Uma ilusão de um sofredor
Desesperado quero você
Meu bem querer
*
Vem pra mim
Minha paixão
Condecorado amor sem fim
Espanta minha solidão
*
Quando te vejo partir
Tento de tudo pra te impedir
Mas você não me atende não
*
Meu sim, meu não
Choras por mim
Meu coração
***
Autoria de Chellot (eu)

*
Beijos doces.

2 comentários:

Sara L. Miranda disse...

Gostei muito do poema e deste cantinho.
Parabéns.

Beijos

Fulvio Ribeiro disse...

Olá quanto tempo que eu não passo aqui.
Seu espaço continua perfeito, Perfeito.
Parabéns..!!!
Grande abraço.