sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Trovas

TROVAS


Encontrei um amigo
em que posso confiar
Todo dia quero estar contigo
para nossa amizade se eternizar
.
Com o amor faço uma trova
Regada com fé e paixão
Dançando ao brilho da lua nova
Canta versos meu coração
.
No céu, de manhã, há sol
E de noite, estrelas
No meu coração há você
Para a vida inteira
.
Se te quero porque te amo
E te amo porque te quero
Então sou louca ou leviana
Porque sempre te espero
.
A roupa é feita para vestir
O sapato é feito para calçar
O coração é feito para sentir
E eu fui feita pra te amar
.
As flores de um jardim
As ondas do mar
A vida não tem fim
Com você para eu amar.
Autoria de Chellot (Cláudia Valéria Miqueloti)
.
Respeite os direitos autorais.

10 comentários:

Saozita disse...

Olá Cláudia, gostei muito desta poesia. Lindo evocação à amizade que se transforma em amor.

Tem um belo fim de semana.
Beijinhos

Nilson Barcelli disse...

A amizade é uma forma de amor, porventura até dos mais duradouros.
Belo poema, gostei imenso.
Querida amiga, bom resto de semana.
Beijos.

Luís Delgado disse...

Oi querida,

Belíssimo poema, sentido que ressalta da alma.

Beijinhos carinhosos,

Vieira Calado disse...

Estão bem elaboradas

e são giras!


Bjs

renatta disse...

Oie chellot muito obrigada pelo comentario e por estar me seguindo,também gostei muito do seu Blog.

As flores de um jardim
As ondas do mar
A vida não tem fim
Com você para me amar

Lindo XD

Você é realemnte muito boa.

Beijos

Ira Buscacio disse...

Chellot,

A amizade é um amor que nunca acaba!

Lindo.

Bjinho

Marta disse...

É como o Sol e a Lua....
Ninguém os separa....
Lindo....
Gostei muito...
Obrigada pela visita...
Até já
Beijos e abraços
Marta

Marco disse...

Olá, Claudia Chellot.
Seu poema me fez lembrar das modas, das rodas de conversas de gente adulta, as brincadeiras de criança pulando corda, os cordeis, as coisas boas de antiga e gostosa lembrança.
Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

DE-PROPOSITO disse...

A vida não tem fim
----------
Claro que a vida tem fim. Se fosse infinita, tornar-se-ia monótona.
--------
Felicidades.
Manuel

Malu disse...

Primeiramente, obrigada pelo carinho da tua visita.
Que lugar delicioso aqui.
Esta trova aos amigos, que gostosura!!!
Beijinhos