quarta-feira, 20 de abril de 2011

Perdão



Sempre que precisava você vinha me ajudar.
Você não fazia ideia do quanto era importante para mim.
Minha ingenuidade me traía toda vez que me pedia algo e eu tolamente satisfazia seu desejo sem questionar.
Sei que fui persistente e minha falta de sutileza roubou-me preciosos momentos.
Em minha defesa digo que fui inocente, no entanto minha mente descobria novos segredos, perguntas e respostas que não ouso mencionar.
Já vi suas lágrimas, escondidas atrás dos óculos escuros, um utilitário que parece uma parte de você. Nunca pensei que eu fosse a causa.
Você deu muito de si, mas tirou quase tudo de mim.
Posso salientar as inúmeras vezes que vi seu olhar perdido e em todas pensei que algo estava muito errado. Mesmo assim você sorria e dizia para eu não me preocupar.
Até poderia tê-lo feito não fosse uma imensa insensatez por mim cometida. Apaixonei-me.
De um momento para outro vi coisas que nunca havia notado. Senti coisas que nunca havia sentido por ninguém.
Tentei desesperadamente lhe falar sobre minha descoberta, mas quis o insensível destino me aborrecer e me apunhalar com seu desaparecimento.
Juro que a loucura quase me derrubou. Não era mais a mesma pessoa de antes.
Por sua culpa não consegui raciocinar direito. Por muitas vezes perdi minha concentração no trabalho e passei noites insones vertendo lágrimas por sua ausência silenciosa.
Agora soube que você voltou e teve o descaramento de me dizer que não me intrometesse em seus assuntos. Não quis ouvir meus lamentos, nem tampouco me olhava de frente.
Senti-me como alguém sem a mínima importância. Quão tolo é o coração apaixonado!
Investi pesado em meu trabalho. Queria esquecer meu sofrimento, mas não conseguia frear os batimentos de meu coração. Comecei a suar frio e minhas mãos ficavam tremulas toda vez que ouvia sua voz.
Busquei respostas que você se negou a me entregar. Foi cruel saber a verdade.
Usou-me como parte de seu plano de vingança todo esse tempo e eu confiava em você.
Com o tempo descobri o porquê de seus atos e hoje até entendo sua atitude para comigo. Entendo, mas não aceito. A não ser que possa sentir um mínimo de culpa pelo que fez.
Não sei por que não consigo te odiar. Quão insensato é o amor, meu Deus!
O pior foi saber que sentia o mesmo por mim e nem assim desistiu de seu jogo sujo.
Fez-me desconfiar de minha família e só agora me diz que tinha de fazê-lo para limpar o nome de alguém que lhe é querido. Eu pensei que eu fosse alguém querido também.
Por uma dessas cruéis brincadeiras do destino descobri que tinha razão em muitas coisas e não sei se estou fazendo a coisa certa agora. Só sei que para que eu possa voltar a viver normalmente devo te perdoar por tudo ou quase tudo.
Pois a única coisa que não ouso pedir perdão é por você não ter tido a coragem de assumir nosso amor.
Sem seu amor minha vida se tornou insossa, sem brilho.
Sei que ainda me ama. E quero que saiba que nunca, em nenhum momento do resto da minha vida deixarei de te amar.

Autoria: Cláudia Valéria Miqueloti - Chellot

Inspirado no drama Koreano Prosecutor Princess. Se alguém tiver a oportunidade assista através do blog Ohayo Dramas Fansub - Prosecutor Princess.

Beijos doces e uma Feliz Páscoa a todos.

8 comentários:

Papillon disse...

Ha muito que nao escrevo no meu blog. Nao por falta de inspiraçao, mas porque me faltou fé. Esteve à prova. Obrigada pelo seu comentário que me fez ir lá voltar e narrar historias de novo :). A isto chama-se carinho :)
Papillon

Ingrid disse...

olá! vim agradecer a visita e conhecer teu cantinho..
um beijo carinhoso e uma Páscoa de bençãos..

P A R A L E LO disse...

Medite um pouco no que está escrito no Livro dos Provérbios capitulo 21, tenho certeza que será de bastante proveito, obrigado.

Jaque*Sampaio disse...

que maravilha de poemas...texto cheios de sentimento....:)

Nilson Barcelli disse...

A paixão é um sentimento avassalador, irracional...
Excelente texto, querida amiga.
Beijos.

Claudinha ੴ disse...

Olá Xará! Um texto repleto de sentimento e muito bem escrito. Inspirou-se bem. Não conheço sua indicação, mas irei lá! Um beijo!

Belinha disse...

adorei seu texto to te seguindo me segue tbm bjusssssss

Um brasileiro disse...

Oi. Estive por aqui. Muito legal. Apareça por lá. Abraços.