quinta-feira, 26 de maio de 2011

Adeus

Imagem do google
 *
Ingrata saudade essa que me aperta o peito
Por sua causa não consigo mais pensar direito
Todos os meus sonhos foram desfeitos
E os seus, nunca pensei neles com respeito

Sei muito bem que sou culpado
Machuquei seu coração por mim tão amado
Não posso mais olhar seu lindo rosto
Ao pensar no que fiz, sinto desgosto

Todas as cartas foram usadas
Tantas promessas foram quebradas
Não sei por que fui me apaixonar
Agora sofro, pois não posso te amar

Sou um bastardo, sei que não presto
Enganei sua inocência, eu confesso
Mas sangrei toda vez que a vi chorar
Adeus. Volte a sorrir e deixe de me amar
*
Autoria: Cláudia Valéria Miqueloti - Chellot
Do livro Ponteiros do Tempo (em breve)

Difícil dizer adeus, muito mais ainda quando sabemos que é a melhor maneira de sermos felizes. Libertar o outro de nossa influência também é uma forma de amar. O amor quando prende, sufoca e destrói. Ame com cuidado, não sufoque o ser amado. Da mesma maneira que você gosta de viver livremente o outro também gosta. Perder a confiança no amor é matá-lo aos poucos. Os infortúnios da vida podem te derrubar, mas seja persistente a cada queda e deixe seu coração guiá-lo para novas paradas.

Beijos doces e grata pelo carinho.

3 comentários:

ร†ลи∂ вý ∂эรเφиэя disse...

Ola muito Interesante o seu blog costaria de faze paceria de lik ou entre e contador conosco
designer_sousa@hotmail.com

acesse o meu blog http://umcontadordehistoriasnet.blogspot.com ate outra opotunidade...

E deixe o seu Comenterio por favo...
Ja estol te Seguido ate outra hora.

Amanda Lemos disse...

Gostei bastante do Blog.
Muito interessante !

É bom ver a cada dia que passa mais originalidade nessa "blogosfera". :)

Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir..;
http://bolgdoano.blogspot.com/

Muito Obrigada, desde já !

Pastelaria disse...

Olá
antes de mais ...parabéns pelo blogue e...pelos textos e poemas...

Gostaríamos muito que desse uma vista de olhos no projecto DVB, de saber a sua opinião e qual o interesse em desenvolver o seu trabalho neste novo formato.

"Transformamos" os seus trabalhos (já editados em livro, ou não), num DVB- Digital Video Book, uma ideia original da Pastelaria Studios Productions

O projecto é recente, é uma inovação, tal como explicamos no nosso blogue:

http://pastelariaestudios.blogspot.com/


É exactamente isso! os seus poemas seriam " trabalhados " em DVB . Um livro que se vê como um filme!


Não se trata do mesmo funcionamento de uma editora "normal", pois não somos uma editora e prestamos essencialmente um serviço criativo.

A minha sugestão seria, enviar-nos a sua obra, e nós faremos uma análise e um orçamento de custos.

Posso adiantar que, por ser um projecto novo e, embora o trabalho criativo (audio, voz, imagem, construção do DVB, etc) seja bastante, queremos chegar ao maior número de autores de obras escritas, mesmo que essas estejam ainda na 'gaveta' ...



Fico a aguardar uma resposta e, qualquer dúvida ...estamos por aqui.

Um abraço,


Teresa Maria Queiroz