segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Resenha Ahmnat e Os Amores da Morte


AHMNAT
Autor: Julien de Lucca
368 páginas
Ed. Gutenberg

ResenhaAhmnat é uma moça egípcia que tem verdadeira veneração por sua mãe. Fruto de uma relação complicada, Ahmnat é odiada pelos irmãos. A vida de Ahmnat vira de cabeça para baixo, quando um de seus irmãos, bêbado, em uma aposta com os amigos decide abusar da irmã. Seu infortúnio é interrompido por um ser, a quem Ahmnat chama de Maldito. Essa intromissão nesse evento fará com que uma simples moça, sem riqueza e sem poder, ser torne a própria Morte.

O livro conta sobre os amores da Morte. Tais amores, foram impostos por Destino, uma rapaz divertido e cruel que faz com que Morte seja tentada a se apaixonar por um humano que ele colocará em seu caminho. 
Só que Ahmnat não é mais aquela menina inocente que fez um trato com o Maldito. Ela se tornou alvo de anjos, demônios e outros seres bem poderosos. Morte só faz o que quer e tira proveito de todas as situações que se apresentam em seu caminho.
Ahmnat é um livro repleto de crueldades, amores, tentações e traições. Uma leitura dinâmica, onde cada página lida é um encontro com algo surpreendente.

Só um aviso; aqueles que possuem uma crença arraigada devem ler o livro sem preconceitos, pois é uma obra de ficção.


Aqui estão algumas de minhas impressões ao decorrer da leitura:

-"Pode alguém ser mais do que a Morte? Ahmnat está sendo uma leitura mais do que agradável, excelente. Em alguns aspectos lembrei de Neil Gaiman com seus Perpétuos. No entanto, nesse livro suas personalidades se mostram mais intensas e Morte é alguém que pode ter sentimentos. Adorando cada página." 

- "Ahmnat se depara com alguém muito importante. Nesse ponto percebo que o livro mescla fantasia com realidade. Ahmnat chega a ser cruel e zombador ao mesmo tempo. Morte não tem princípios." 
"Morte é suscetível a diversos fatores e tem um temperamento bem explosivo." 

- "Morte agora resolveu se meter com o Diabo. Boa coisa não vai sair daí. Religiosos fanáticos queimariam esse livro. Ainda bem que tenho mente aberta." 

- "Mais um amor para a Morte. Curiosa pra saber a reação dela." 
"Que ódio desse anjo! Mas até uma fênix renasce das cinzas mais forte e renovada." 

- Um final espetacular. Adorei. Uma história para quem não tem preconceitos e tem consciência de que tudo o que se passou no livro é ficção."  


2 comentários:

Claudia disse...

Adorei o post
Fiquei curiosa pra ler este também.
Muito bom, querida
Bjks mil

Luana Lima disse...

Eu tenho esse livro e nunca li. Animei.Boa indicação.
Bjs
Luana
Www.blogmundo de tinta.blogspot.com